Viver uma marca

Publicado: 16 agosto 2019

PERFIL AM: JOANA BAPTISTA

Joana Baptista seguiu a vertente do Design, após a licenciatura em Audiovisual e Multimédia. A escsiana esteve envolvida no lançamento do Kinda Home Portugal, onde é, hoje, Head of Design.

Quando chegou a altura de se candidatar ao Ensino Superior, Joana Baptista queria entrar no curso de licenciatura em Jornalismo. Contudo, mudou de ideias, quando viu o plano de estudos do de Audiovisual e Multimédia. “Foi a primeira opção e fiquei muito bem servida”, assegura. A escsiana trabalhou, como repórter, para algumas revistas e agências de publicidade, até descobrir a sua paixão pelo Design.

Joana Baptista é licenciada em Audiovisual e Multimédia.
Fotografia: Gabcom (Serviço de Comunicação da ESCS)

Professores competentes

A antiga estudante a comandar uma emissão na ESCS FM.
Fotografia gentilmente cedida por Joana Baptista

Joana ingressou na ESCS em 2011. Do curso, destaca a competência dos docentes, profissionais da área, que transmitiram aos estudantes “um feedback brutal” sobre o mercado de trabalho. “É uma bagagem muito interessante e é aquilo que eu levo de mais importante das aulas”, afirma. A escsiana, salienta, sobretudo, as unidades curriculares de Realização Multicâmara e Fotografia. Para além de ter “o bichinho” do audiovisual, a antiga estudante considera que, nessas disciplinas, “havia uma energia diferente, de nos superarmos”.

Durante a licenciatura, a jovem esteve, ainda, envolvida em todas as atividades extracurriculares, do nAV à ESCS FM, passando pelo Oitava Colina. “A Escola também era muito completa nesse sentido”, conta, na medida em que a experiência era toda “aplicável ao contexto real, de forma a preparar-nos para o quão brutal o mercado de trabalho consegue ser” na área da Comunicação. “Foi uma tranquilidade que a ESCS também me foi dando, a nível profissional”, completa.

Erasmus+ na República Checa

A escsiana, na chegada a Brno, para a sua aventura de Erasmus+.
Fotografia gentilmente cedida por Joana Baptista

No 3.º ano da licenciatura, Joana viajou até à República Checa, através do programa Erasmus+. Na Masarykova Universita, em Brno, estudou Comunicação Audiovisual, História do Cinema e Cinema Aplicado. “Foram seis meses de loucura, mas foi muito bom”, afirma. O facto de quase todas as aulas serem lecionadas em checo foi “um grande desafio” que teve de ultrapassar. “Tínhamos de traduzir as coisas quando chegávamos a casa”, explica.

No final, considera que a experiência foi “um abrir de olhos gigante” em relação à história do Cinema. Mas não só. Esta aventura serviu, também, como “kick start de uma vida e de uma carreira que achava não ser possível” e que, mais tarde, levou a escsiana a candidatar-se a um emprego fora do país. “O Erasmus+ deu-me essa abertura”, refere.

Da agência à marca

A vasta experiência profissional de Joana teve início ainda durante a licenciatura. Enquanto estudou na ESCS, foi colaborando, em regime de freelancer, como repórter e fotógrafa, para a Revista CAIS, o Festival Internacional de Cinema Independente IndieLisboa e a Benfica TV. No decorrer deste período, a escsiana percebeu que o Design era a sua “paixão” e, por isso, após a licenciatura, decidiu aprofundar conhecimentos numa pós-graduação em Design Gráfico e Cultura Visual. Contudo, durante este curso, percebeu que “estava francamente mais confortável com tudo o que estava a fazer (…) porque tinha as ferramentas” que a ESCS já lhe tinha dado.

Joana tem uma vasta experiência nas áreas da Fotografia e do Design.
Fotografia: Gabcom (Serviço de Comunicação da ESCS)

Depois da pós-graduação, começou a trabalhar, como designer gráfica, em agências de publicidade. Mas não se deu “muito bem” neste ambiente. “Dá-me gozo viver a marca, testá-la e levá-la aos limites, que é algo que eu não consigo fazer em agência”, explica. Em 2016, passou por um processo de recrutamento para a Zara Home e conseguiu o lugar. Joana trabalhou na sede da Inditex, em Espanha, na equipa de Visual Merchandising, como designer, e para a equipa de Comunicação, como audiovisual consultant. Em 2018, estabeleceu-se em solo nacional, na Univercosmos, uma gestora de projetos gráficos. Mas, pouco tempo depois, abraçou o desafio de participar no lançamento da marca Kinda Home Portugal, uma loja de mobiliário e decoração, onde é, hoje, Head of Design.

O dia-a-dia

A jovem acompanhou, desde o início, o lançamento do Kinda Home Portugal.
Fotografia gentilmente cedida por Joana Baptista

Joana trabalha na equipa de Marketing e Comunicação do Kinda Home Portugal, mas também já colaborou com o Kinda Home Angola. Como Head of Design, a escsiana coordena todas as agências que trabalham com a marca. No dia-a-dia, “quando chego [ao escritório], o que faço é basicamente um briefing de tudo o que ficou pendente. Depois, é atualizar e-mails, ver se tenho reuniões ou pontos pendentes e, a partir daí, analisar todos os projetos, offline e online, que estão a decorrer”. Após terminar estas tarefas, a jovem dedica-se, então, ao de que mais gosta. Durante o resto do dia, desenha manuais, banners, conteúdos digitais, comunicação offline e tudo o que tem a ver com a loja. “Estou sempre em movimento. O trabalho é sempre diferente e desafiante e isso é ótimo”, assegura.

Preparação profissional

“A ESCS deu-me todas as ferramentas de que eu precisava”, afirma Joana. A “preparação a nível profissional” e a confiança transmitida pelos docentes em relação ao seu trabalho são mais-valias que leva da Escola. “Mesmo quando entro numa reunião e não estou assim tão segura, lembro-me sempre desse feedback. É viver um dia de cada vez e estar segura das minhas capacidades. A ESCS foi uma grande base, não trocava isso por nada”, conclui.

Joana afirma que a ESCS lhe deu uma boa preparação a nível profissional.
Fotografia: Gabcom (Serviço de Comunicação da ESCS)

Por fim, desafiámos Joana Baptista a responder a uma espécie de Questionário de Proust:

Um objeto essencial para o teu dia-a-dia.
O meu computador, sem dúvida.

Uma cidade ou um país.
Praga. Mas Lisboa está no meu coração.

Uma música ou uma banda.
Chet Faker.

Um filme ou um realizador.
Wes Anderson.

Um livro ou em escritor.
Charles Bukowski.

Uma série.
Friends.

Uma referência profissional.
David Carson.

Quando for grande, quero ser.
Quero continuar a ter uma grande capacidade de sonhar e quero fazer algo de bom para este mundo com o meu trabalho.


Conheça aqui mais histórias de perfis de Audiovisual e Multimédia.