Alunos Fazem Vídeos para Campanha

Publicado: 05 abril 2013

Os alunos da Escola Superior de Comunicação Social (ESCS) realizaram os vídeos promocionais para a campanha televisiva “Educar para a Ética no Desporto”, lançada no passado mês de março, pelo Plano Nacional de Ética no Desporto (PNED).

Os três spots televisivos transmitidos nos canais da RTP foram integralmente desenvolvidos, desde a conceção da ideia até à edição final, por alunos da ESCS. A parceria com o PNED surge por intermédio de um memorando de entendimento assinado entre a ESCS e o Instituto Português do Desporto e da Juventude (no qual se encontra sediado o PNED). No memorando  está prevista “a colaboração entre as duas partes em projetos de interesse mútuo, relativos aos domínios da comunicação, designadamente na produção de conteúdos de relevo para a divulgação da ética no desporto”. Os vídeos foram apresentados no passado dia 7 de março, durante o lançamento da campanha “Educar para a Ética no Desporto”, em Guimarães, Cidade Europeia do Desporto 2013. A aposta na ESCS deve-se ao facto de o PNED querer que “o tema seja refletido pela academia, para que os futuros profissionais de comunicação social estejam conscientes de que a ética desportiva está ligada à deontologia profissional”, disse o Dr. José Lima, Coordenador Nacional do PNED.

Campanha de sensibilização

A ESCS foi convidada pelo PNED para conceber e produzir spots televisivos, dirigidos a pais e educadores, com o objetivo de os sensibilizar para a importância que o seu comportamento junto dos filhos tem na formação de valores éticos no desporto. A equipa da ESCS, constituída por alunos finalistas, foi composta por Ana Pinheiro (Realização, Edição e Operador de Câmara), Carlos Antunes (Grafismos), Carmelino Cassessa (Operador de Som), Catarina Gonçalves (Storyboard), Catarina Laranjeiro (Produção), Fábio de Sousa (Argumento), Inês Lourenço (Produção), Ismael Jesus (Assistente de Realização e Iluminação), Mickaela Anjos (Anotação) e Vanessa Duarte (Argumento). “Foi-nos pedido que criássemos três spots publicitários de 30 segundos focados essencialmente nas crianças, mas cujo target eram os pais”, referiu Fábio. Ana Pinheiro considera que a gravação dos spots “é uma ótima experiência pois mostra que os alunos são capazes e aprendem a fazer projetos como este na Escola.” A mesma ideia é partilhada pela sua colega Catarina Laranjeiro. “A ESCS prepara-nos bem para este tipo de iniciativas, porque pensa os cursos de modo a formar os seus alunos para o mercado de trabalho”, disse a aluna.

Responsabilidade acrescida

O facto de os vídeos institucionais passarem na televisão, para além de uma acrescida responsabilidade, são motivo de satisfação e orgulho para os alunos que participaram na sua realização. Para Vanessa Duarte, estas iniciativas dão aos alunos uma visão diferente da que lhes é dada numa sala de aula. “Temos prazos reais para cumprir, um cliente real, com objetivos reais, para um público real e a responsabilidade de trabalhar em nome de uma marca verdadeira, que pode ganhar ou perder, consoante a nossa prestação”, refere. “Esta parceria com o PNED é uma mais-valia para a Instituição e para os alunos. É uma forma de os estudantes aplicarem os conhecimentos adquiridos nas aulas e de ganharem experiência. Neste caso, na realização de um spot televisivo, que vai ser visto por milhares de pessoas, é muito enriquecedor para os alunos porque vêem o seu trabalho reconhecido, ao mesmo tempo que promove a imagem da Escola”, referiu o Prof. Doutor Jorge Veríssimo, Presidente da ESCS. A Direção da Escola já recebeu feedback por parte de Dr. José Lima, e do Presidente do IPDJ, Dr. Augusto Barganha, que elogiaram a Escola e os alunos pelo trabalho desenvolvido. “Os alunos fizeram um trabalho muito criativo e souberam passar para o ecrã uma mensagem muito forte. Recebemos muitos elogios pelos spots. Espero que sejam os primeiros de muitos”, mencionou o Dr. José Lima.