O Coração de Lisboa

Publicado: 10/10/2014

O Metro de Lisboa e a Carris lançaram uma campanha concebida por alunos da ESCS.

Cinco alunos da ESCS conceberam, no âmbito do curso de licenciatura em Relações Públicas e Comunicação Empresarial (RPCE), a campanha O coração de Lisboa, que o Metropolitano de Lisboa e a Carris lançaram a propósito da Semana da Mobilidade.


[Legenda] O conceito desenvolvido por alunos da ESCS esteve patente em carruagens do metro, autocarros, elétricos e ascensores.

A campanha

Ana Catarina Sousa, Alexandre Simão, Gonçalo Amorim, Mélissa da Costa e Nádia Pereira, alunos do 3.º ano do curso de licenciatura em RPCE, desenvolveram uma estratégia de comunicação para assinalar o contributo do Metro para a mobilidade sustentável em Lisboa. Depois de "centenas de ideias", escolheram o coração como símbolo central da campanha. Por um lado, os alunos consideraram ser a analogia perfeita para o "transporte primordial da cidade", que "bombeia vida por Lisboa" e cujas linhas funcionam como que "artérias". Por outro, o grupo tinha como objetivo dotar a campanha de um lado mais emotivo e que fosse capaz de chamar a atenção de um público-alvo mais jovem. O Metro gostou do conceito, para o qual desenvolveu internamente peças gráficas, e deu-o a conhecer nas suas plataformas de comunicação, bem como nas da Carris, no passado mês de setembro.


[Fotografia] Da esq. para a dir.: Mélissa, Ana Catarina, Gonçalo, Alexandre e Nádia, de coração ao peito, aquando da apresentação da proposta ao cliente.

O briefing

Com o intuito de recriar uma situação de concurso entre cliente e consultora de comunicação, três organizações apresentam, anualmente, um desafio de comunicação aos alunos da unidade curricular de Ateliê de Comunicação Organizacional. Os estudantes, em grupo, têm oito semanas para definir a sua proposta de comunicação. No ano letivo 2013-2014, o Metropolitano de Lisboa aceitou o convite lançado pelos docentes da disciplina, Ana Raposo e José Miguel Guerreiro. Enquanto cliente nesta dinâmica, a empresa apresentou um briefing para uma estratégia que permitisse o crescimento de utilizadores daquele meio de transporte. O grupo de escsianos que respondeu a essa solicitação com a campanha O coração de Lisboa revela que, não tendo sido o mais difícil, este foi o "mais real" e também o "mais estimulante" de todos os trabalhos ao longo do curso.

Fotografia de grupo gentilmente cedida pelos alunos.