Docente da ESCS assina série da Netflix

Publicado: 21 setembro 2020

O Prof. Pedro Lopes é o autor de Glória, a primeira série original portuguesa da Netflix.

O Prof. Pedro Lopes é o autor da série Glória.
Fotografia: Gabcom (Serviço de Comunicação da ESCS)

A Netflix, o serviço de streaming líder mundial em entretenimento, anunciou, no passado dia 10 de setembro, o início das gravações da série Glória. O projeto, da autoria de Pedro Lopes, é produzido pela SPi, afiliada do Grupo SP Televisão vocacionada para o desenvolvimento de projetos internacionais, e coproduzida pela RTP.

Para além de lecionar unidades curriculares nos cursos de Mestrado em Audiovisual e Multimédia e de Pós-Graduação em Storytelling, o Prof. Pedro Lopes é um argumentista internacionalmente galardoado e é Diretor de Conteúdos da SP Televisão.

A série Glória será distribuída, a nível internacional, pela Netflix, serviço de streaming líder mundial em entretenimento.

José Amaral, Diretor Executivo da SPi e também docente na ESCS, refere que esta série faz parte “de um trajeto e de uma visão estratégica de expansão internacional” que a equipa da produtora tem vindo a percorrer. “Este momento representa, igualmente, para o mercado audiovisual Português, o início de um novo ciclo, já que posiciona o nosso país no roadmap das grandes produções internacionais” da Netflix, acrescenta. Por seu lado, José Fragoso, Diretor dos canais RTP1 e RTP Internacional, considera que o início da rodagem deste projeto simboliza “a chegada da ficção televisiva portuguesa a um novo patamar de qualidade e exigência”, que terá a “excecional capacidade de produção e distribuição internacional” do serviço de streaming.

A série contará com a participação de atores portugueses e estrangeiros, entre os quais Miguel Nunes, Carolina Amaral, Victoria Guerra, Afonso Pimentel, Adriano Luz, Joana Ribeiro, Marcelo Urgeghe, Sandra Faleiro, Carloto Cotta, Maria João Pinho, Inês Castel-Branco, Rafael Morais e Leonor Silveira.

Sinopse da série:

Glória é um thriller de espionagem histórico centrado na RARET, o escritório secreto de retransmissão Livre. Em pleno Portugal nos anos 60, a série mostra como Glória, uma pequena aldeia do Ribatejo, se tornou um improvável palco da Guerra Fria, onde as forças americanas e soviéticas lutaram através de perigosas manobras de sabotagem para obter o controlo da Europa. No centro desta história está João Vidal, um jovem de família com ligações ao Regime Fascista Português, que é recrutado pelo KGB depois de se politizar a Guerra Colonial. João ver-se-á envolvido nas intrincadas teias do jogo da espionagem e, no final de contas, compreenderá que, seja qual for o lado em que esteja, o mundo, principalmente o da espionagem, nunca é a preto e branco.