Consciencializar para o Enfarte do Miocárdio nas mulheres

Publicado: 18 fevereiro 2021

A ESCS assinou um protocolo de cooperação com a Associação Portuguesa de Intervenção Vascular, no âmbito da licenciatura em Relações Públicas e Comunicação Empresarial.

Os estudantes da unidade curricular de Comunicação no Interesse Público, do 3.º ano do curso de licenciatura em Relações Públicas e Comunicação Empresarial (RPCE), estão a desenvolver propostas de suportes de comunicação para a campanha “Cada Segundo Conta”, que visa consciencializar sobre o Enfarte Agudo do Miocárdio nas mulheres.

A iniciativa resulta de um protocolo estabelecido entre a ESCS e a Associação Portuguesa de Intervenção Vascular (APIC), a entidade que estuda a Intervenção Cardiovascular, em Portugal. Para João Brum Silveira, presidente da APIC, a parceria com a Escola representa “mais um contributo para a prevenção do Enfarte Agudo do Miocárdio”. “Acreditamos que é importante formar os futuros profissionais de comunicação para este [tema]”, acrescenta. André Sendin, presidente da ESCS, corrobora a ideia, sublinhando que “este projeto demonstra o compromisso que assumimos para com o nosso propósito de formar e educar”.

De acordo com Instituto Nacional de Estatística (INE), em 2017, morreram, no país, 1917 mulheres vítimas de Enfarte Agudo do Miocárdio. João Brum Silveira explica que “fatores como a hipertensão, a dislipidemia, a diabetes, a menopausa, o tabagismo e o sedentarismo contribuem para o aumento do risco de desenvolver esta doença”. Neste sentido, é necessário promover o conhecimento e a compreensão sobre o Enfarte Agudo do Miocárdio nas mulheres e os seus sintomas e alertar para a importância do diagnóstico atempado e tratamento precoce.