Audiovisuais – Produção e Receção

Publicado: 27 abril 2018

A secção de Ciências da Comunicação promoveu as primeiras Jornadas de Investigação, subordinadas ao tema “Audiovisuais – Produção e Receção”.

As Jornadas de Investigação surgiram no âmbito do Plano de Atividades Científicas da ESCS de 2018, por iniciativa dos docentes da secção de Ciências da Comunicação. Como refere a Prof.ª Doutora Maria João Centeno, coordenadora da secção, a proposta consiste em cada membro da secção apresentar um projeto de investigação no qual esteja envolvido e convidar investigadores externos à ESCS para participar no evento.

A Prof.ª Doutora Maria João Centeno abriu a sessão, dando as boas-vindas à assistência e aos oradores convidados.

A primeira edição das Jornadas, subordinada ao tema “Audiovisuais – Produção e Receção”, aconteceu no passado dia 20 de abril, por proposta da Prof.ª Doutora Catarina Valdigem e do Prof. Doutor João Abreu, que se encontram envolvidos em projetos de investigação relacionados com esta área.

Intervenções

A primeira parte contou com os contributos de Nélia Cruz (FLUL) e João Abreu (ESCS-IPL). Os docentes fazem parte da comissão organizadora do I Ciclo de Estudos Televisivos: 25 Frames por Segundo. Numa primeira instância, Nélia Cruz apresentou o projeto, uma iniciativa dedicada à criação audiovisual para televisão que começou em 2015, tendo como premissas a ‘identidade’ e o ‘registo’. No decorrer da investigação, foram analisadas e apresentadas obras do arquivo da RTP, inseridas nos géneros Teatro, Entretenimento, Música e Dança, Humor e Ficção.

De seguida, no âmbito do mesmo projeto, o Prof. João Abreu fez a leitura gráfica dos genéricos de entrada das quinze obras apresentadas no Ciclo. O docente analisou cada uma delas, como objeto de valor individual e inserida no conjunto, focando aspetos relacionados com os diferentes géneros e a evolução temporal.

João Abreu (ESCS-IPL) e Nélia Cruz (FLUL) fazem parte da comissão organizadora do I Ciclo de Estudos Televisivos: 25 Frames por Segundo.

Na segunda parte do evento, José Ricardo Carvalheiro (UBI) abordou as práticas e discursos relacionados com a receção da televisão, em Portugal, no início da existência da RTP. O investigador baseou-se na imprensa televisiva da época para refletir sobre as audiências e receção mediática nos primórdios da televisão nacional.

Por último, Catarina Valdigem (ESCS-IPL/ICS) debruçou-se sobre questões relacionadas com a receção de audiovisuais indianos por indivíduos portugueses muçulmanos de origem indiana e moçambicana. A comunicação foi baseada na tese de doutoramento da docente, realizada na Goldsmiths, University of London.

José Ricardo Carvalheiro (UBI) e Catarina Valdigem (ESCS-IPL/ICS) estiveram encarregues da segunda parte do evento.

Balanço

A coordenadora da secção de Ciências da Comunicação faz um balanço “extremamente positivo” da primeira edição das Jornadas de Investigação, que tinha como objetivo “dar a conhecer, à comunidade escsiana, as investigações em que os docentes da secção têm estado envolvidos”. A Prof.ª Doutora Maria João Centeno destaca, ainda, a adesão de professores/as “das diferentes áreas científicas da ESCS”, que contribuiu ”para a disseminação dos projetos em que cada um de nós tem participado”.