Alunas de RPCE no HEDCOM

Publicado: 09 julho 2019

Cinco alunas de Relações Públicas e Comunicação Empresarial representaram a ESCS na edição deste ano do HEDCOM.

A ESCS participou, uma vez mais, no HEDCOM (Higher Education Diploma in Communication), uma iniciativa inserida na rede de instituições de Ensino Superior europeias BUSINET (Global Business Education Network). A Escola é o único estabelecimento de ensino português representado no projeto internacional.

O HEDCOM 2019 decorreu, entre 24 e 26 abril, no New College Durham, no Reino Unido, e contou com 44 estudantes de estabelecimentos de ensino alemães, belgas, holandeses, ingleses e portugueses. A comitiva da ESCS fez-se representar por cinco alunas da licenciatura em Relações Públicas e Comunicação Empresarial (RPCE) – Adriana Fernandes, Catarina Valente, Filipa Brandão, Joana Silva e Margarida Silva – e pela Prof.ª Doutora Ana Raposo, coordenadora do curso.

O HEDCOM 2019 decorreu na cidade de Durham, no Reino Unido.
Fotografia gentilmente cedida pela Prof.ª Doutora Ana Raposo.

Nove equipas, um cliente

Na edição deste ano, os estudantes foram desafiados a definir uma estratégia de comunicação para um novo projeto do Beamish Museum, um museu a céu aberto que dá a conhecer os modos de vida da população do Nordeste da Inglaterra em diferentes décadas dos séculos XIX e XX.
Os alunos tiveram 48 horas para responder ao briefing lançado pelo museu. As estudantes da Escola foram integradas em cinco das nove equipas, compostas por jovens das diferentes nacionalidades. O cliente acabou por escolher como proposta vencedora a do grupo da aluna Filipa Silva.

As nove equipas de estudantes tiveram 48 horas para responder a um briefing do Beamish Museum.
Fotografia gentilmente cedida pela Prof.ª Doutora Ana Raposo.

Uma experiência bem-sucedida

No rescaldo do HEDCOM 2019, as cinco estudantes da ESCS não hesitam em elogiar a experiência vivenciada. Gratificante, enriquecedora e incrível são alguns dos adjetivos utilizados para defini-la.
As finalistas de RPCE apontam o trabalho de equipa com colegas de outras nacionalidades como o principal desafio do projeto. Catarina Valente sublinha o “intercâmbio de ideias, tanto a nível de formação como cultural”. Por sua vez, Filipa Brandão considera que a dinâmica permitiu “equilibrar as diferentes abordagens” dos membros das nove equipas.
Margarida Silva evidencia, ainda, as “paisagens incríveis” de Durham, bem como o “acompanhamento cuidado” da docente Ana Raposo. Para a aluna, estes dois ingredientes reforçaram a “garantia do sucesso da comitiva portuguesa”.
Para concluir, Joana Silva admite que o HEDCOM foi “o projeto que me faltava para que o meu percurso na ESCS ficasse completo”. Adriana Fernandes corrobora a ideia, deixando um conselho aos colegas mais novos: “espero que agarrem estas oportunidades que o curso de RPCE oferece”.

As cinco alunas da licenciatura em RPCE representaram a ESCS no HEDCOM 2019.
Da esq. para a dir.: Joana Silva, Margarida Silva, Adriana Fernandes, Catarina Valente e Filipa Silva.
Fotografia gentilmente cedida pela Prof.ª Doutora Ana Raposo.

TEXTO: gentilmente cedido pela Prof.ª Doutora Ana Raposo e editado pelo Gabcom (Serviço de Comunicação da ESCS).
FOTOGRAFIAS: gentilmente cedidas pela Prof.ª Doutora Ana Raposo.