Filipa Subtil

NOME COMPLETO:

Filipa Mónica de Brito Gonçalves Subtil

CATEGORIA PROFISSIONAL:

Professora Adjunta

SECÇÃO:

Ciências Sociais

NOTA BIOGRÁFICA:

Filipa Subtil é doutorada em Ciências Sociais (especialização em Sociologia Geral) pelo Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. Foi visiting scholar no Departamento de Comunicação Pública da Universidade de Navarra, Espanha (2019), na Universidade Cardinal Stefan Wyszynski , Varsóvia, na Polónia (2017-2018), no Departamento de Communication Studies da Universidade do Iowa, Iowa City (2010), e no Muhlenberg Collegue, Allentown (2008), nos EUA. Foi bolseira do PROTEC, da Fundação para a Ciência e Tecnologia, da Fundação Calouste Gulbenkian e do International Council for Canadian Studies (ICCS)- Faculty Research Program do Department of Foreign Affairs and International Trade of Canada. Entre 2014 e 2018, foi coordenadora editorial da revista Comunicação Pública. Integrou, como vogal, a direcção da SOPCOM (Associação Portuguesa de Ciências da Comunicação) (2015-2021). Foi ainda vice-coordenadora do GT de Comunicação e Politica da mesma associação científica (2015-2017). Integra desde 2020 o grupo de especialistas da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género. Atualmente, é directora-adjunta da revista Media & Jornalismo. Tem publicado artigos e capítulos de livros nas áreas da sociologia da comunicação, teoria social dos media e nas temáticas que cruzam os estudos de jornalismo e media com as questões de género. Co-editora e autora de Os Três D dos Media: desigualdade, desprofissionalização e desinformação (Outro Modo, 2021), Media and Portuguese Empire (Palgrave Macmillan, 2017) e a A Crise do Jornalismo em Portugal (Le Monde Diplomatique/Deriva, 2017). Em 2006, publicou o livro Compreender os Media. As Extensões de McLuhan (Coimbra: MinervaCoimbra).