Informação Académica

Mudança de Par Instituição/Curso

Atualizado: 16/07/2018
Publicado originalmente: 26/01/2018

Mudança de Par Instituição/Curso — Ano Letivo 2018/2019


A mudança de par instituição/curso é o ato pelo qual um estudante se matricula e/ou inscreve em par instituição/curso diferente daquele(s) em que, em anos letivos anteriores, realizou uma inscrição.

Podem requerer a mudança para um par instituição/curso os estudantes que:

a) Tenham estado matriculados e inscritos noutro par instituição/curso e não o tenham concluído;
b) Tenham realizado os exames nacionais do Ensino Secundário correspondentes às provas de ingresso fixadas para esse par, para esse ano, no âmbito do regime geral de acesso – os quais podem ter sido realizados em qualquer ano letivo;
c) Tenham, nesses exames, a classificação mínima exigida pela instituição de Ensino Superior, nesse ano, no âmbito do regime geral de acesso.

Documentação a apresentar na candidatura*

Para candidatos nacionais (oriundos de estabelecimentos de ensino superior nacionais):

• Documento de identificação (facultativo);
• Fotografia tipo passe;
• Certidão de conclusão do Ensino Secundário, na qual devem constar as disciplinas realizadas, as classificações obtidas e a média final (documento oficial autenticado e carimbado pela Secretaria);
• Documento comprovativo das classificações obtidas nos exames nacionais das disciplinas específicas exigidas para o acesso ao curso a que se candidata (Ficha ENES);
• Certidão das unidades curriculares realizadas no curso e instituição de proveniência, com indicação das respetivas classificações e do número de créditos (ECTS) (documento oficial autenticado e carimbado pelos Serviços Académicos);
• Plano de estudos do curso superior que frequentou (publicação do Diário da República ou documento autenticado pelos Serviços Académicos);
• Declaração de não prescrição de matrícula referente ao ano letivo 2018/2019 (documento emitido pelos Serviços Académicos).

Para candidatos estrangeiros (oriundos de estabelecimentos de ensino superior estrangeiros):
NOTA: Estes candidatos poderão ser abrangidos pelo Estatuto do Estudante Internacional, sendo o valor da propina diferenciado.

• Documento de identificação (facultativo);
• Fotografia tipo passe;
• Certidão de conclusão do Ensino Secundário, na qual devem constar as disciplinas realizadas, as classificações obtidas e a média final (documento oficial autenticado e carimbado pela Secretaria);
• Certidão comprovativa da inscrição em curso superior estrangeiro em, pelo menos, dois anos letivos e dois anos curriculares (documento oficial autenticado e carimbado pelos Serviços Académicos);
• Certidão(ões) das matrículas no Ensino Superior estrangeiro, número de disciplinas realizadas, classificações e créditos (ECTS) (documento oficial autenticado e carimbado pelos Serviços Académicos);
• Plano de estudos do curso superior que frequentou (publicação oficial ou documento autenticado pela universidade).

NOTA: São aceites candidaturas de estudantes brasileiros que realizaram o ENEM e que detenham o diploma do Ensino Médio. É exigido um mínimo de 500 pontos na prova de redação e, pelo menos, 475 pontos em cada uma das restantes provas do Exame Nacional do Ensino Médio.

*Caso o candidato seja selecionado, aquando do ato da matrícula e, se necessário, os documentos originais deverão ser apresentados nos Serviços Académicos.

Candidaturas Online

O processo de candidatura efetua-se exclusivamente online, no período de 23 de julho a 17 de agosto.

Linkhttps://portal.ipl.pt/escs-cssnet/page

NOTA: Para efetuar a candidatura online, aconselha-se a utilização dos seguintes browsers: Mozilla Firefox ou Google Chrome.

Apenas se podem candidatar a um dos cursos de licenciatura da ESCS, tal como previsto no artigo 6.º do Despacho n.º 8027/2016, publicado em Diário da República.

Critérios de seleção

A – Média do Ensino Secundário;
B – Melhor classificação numa das disciplinas das provas específicas;
C – Número de ECTS realizados;
D – Média ponderada das disciplinas realizadas.

NOTAS:
a) Os candidatos que tenham sido admitidos no Ensino Superior através do Concurso Especial de Acesso ao Ensino Superior para Maiores de 23 Anos, poderão apenas candidatar-se ao concurso Mudança de Par Instituição/Curso desde que a segunda parte da prova teórica corresponda a uma das provas específicas referente ao curso a que se candidatam.
b) Os candidatos que tenham sido admitidos no Ensino Superior através dos concursos especiais Titulares de Diploma de Especialização Tecnológica ou Titulares de Diploma de Técnico Superior Profissional, poderão apenas candidatar-se ao concurso Mudança de Par Instituição/Curso desde que a prova teórica corresponda a uma das provas específicas referente ao curso a que se candidatam.

Vagas

O número de vagas aprovadas para cada curso são:

• Audiovisual e Multimédia: 7
• Jornalismo: 5
• Publicidade e Marketing: 5
• Relações Públicas e Comunicação Empresarial: 5
• Publicidade e Marketing (Pós-laboral): 2
• Relações Públicas e Comunicação Empresarial (Pós-laboral): 2

Calendário

Candidaturas: 23 de julho a 17 de agosto
Afixação dos resultados: 7 de setembro
Reclamações: 10 e 11 de setembro
Afixação dos resultados finais: 14 de setembro
Matrículas: 17 a 21 de setembro (As matrículas deverão ser efetuadas presencialmente nos Serviços Académicos, durante o horário de funcionamento deste serviço.)

Emolumentos

Candidatura*: 61,50 euros

*O pagamento dos emolumentos será efetuado através de referência Multibanco, fornecida no ato da candidatura online, não existindo lugar a reembolso do pagamento efetuado.

Contacto

Todas as dúvidas deverão ser remetidas para servicos_academicos@escs.ipl.pt.
Telefone: 21 711 90 00