ESCS acolheu o 31.º aniversário do IPL

Publicado: 09 junho 2017

A ESCS foi a anfitriã da cerimónia do 31.º aniversário do IPL, na qual foram homenageados dois docentes e uma ex-aluna da Escola.

Todos os anos, o Instituto Politécnico de Lisboa (IPL) seleciona uma das suas oito unidades orgânicas para acolher a cerimónia do aniversário da instituição. Este ano, a ESCS foi a anfitriã do evento, que se realizou no passado dia 5 de junho e teve como palco o Auditório Vítor Macieira.

Da esq. para a dir.: Jorge Veríssimo (Presidente da ESCS), Ana Maria Bettencourt (Presidente do Conselho Geral do IPL), Elmano Margato (Presidente do IPL), Francisco Pinto Balsemão (convidado de honra) e Francisca Melo (Presidente da FAIPL).

A cerimónia começou com intervenções da Presidente da Federação Académica do IPL, Francisca Melo, em representação dos alunos, e do Presidente do IPL, Prof. Doutor Elmano Margato, que falaram sobre o bom nome da instituição e o contributo das suas escolas e institutos na formação de profissionais de relevo nas áreas das artes, ciências empresariais e da saúde, comunicação, educação e engenharia.

De seguida, o convidado de honra deste ano, Francisco Pinto Balsemão, discursou sobre “O que é, hoje, lutar pela liberdade de expressão”. No final da sua intervenção, o Presidente do grupo Impresa e do Conselho de Administração da SIC, foi condecorado com a Medalha de Ouro do IPL, pelo trabalho desenvolvido na área da Comunicação Social.

Homenagens

Como vem sendo habitual, a cerimónia contou com a homenagem a diversas figuras das suas unidades orgânicas, entre professores, ex-alunos e funcionários não docentes. Este ano, foram homenageados três escsianos: a ex-aluna Catarina Fernandes Martins e os professores Filipe Montargil e Vítor Gonçalves.

Catarina Fernandes Martins é licenciada em Jornalismo e repórter internacional, baseada em Lisboa, fazendo a cobertura de eventos para diferentes meios de comunicação nacionais e internacionais. Recentemente, foi distinguida com a bolsa de reportagem IWMF e com o prémio de jornalismo Fernando de Sousa. Na cerimónia, recebeu a Medalha de Prata de Valor e Distinção, uma homenagem dirigida a diplomados do IPL que se destacam em Portugal e além-fronteiras, contribuindo para o prestígio da instituição e do ensino politécnico português.

Catarina Fernandes Martins, licenciada em Jornalismo, recebeu uma Medalha de Prata de Valor e Distinção.

A Medalha de Prata de Emérito é atribuída a todos os funcionários docentes e não-docentes que terminaram atividade no ano transato, por aposentação. O Prof. Vítor Gonçalves recebeu a medalha pela mão do Presidente da Escola, Prof. Doutor Jorge Veríssimo, acompanhado pelo Presidente do IPL e a Presidente do Conselho Geral.

O Prof. Vítor Gonçalves, aposentado no ano transato, recebeu uma Medalha de Prata de Emérito.

O último homenageado da Escola foi o Prof. Doutor Filipe Montargil. O docente recebeu o Diploma de Mérito em Ciências Sociais, inserido na secção de Prémios de Reconhecimento de Atividades com Relevância na Comunidade.

O Prof. Filipe Montargil recebeu um Diploma de Mérito em Ciências Sociais.

Atuações

A escstunis foi a responsável pela receção aos convidados, ainda antes de estes entrarem para o auditório. A tuna académica da ESCS atuou no foyer do piso -1 da Escola, entretendo todos os que se iam juntando para assistir à cerimónia.

Já no seu decorrer, o evento contou, ainda, com a atuação de estudantes das escolas de artes do IPL. A Escola Superior de Dança abriu a cerimónia com a apresentação de uma criação coreográfica interpretada por cinco alunas da escola. Pelo meio, um grupo de alunos do curso de Teatro, da Escola Superior de Teatro e Cinema, apresentaram uma seleção de monólogos da peça Hamlet, de William Shakespeare. Já a atuação de encerramento esteve a cargo de um quarteto da Escola Superior de Música, que interpretou três temas.

A escstunis fez a receção aos convidados, antes da cerimónia.

* Fotografias gentilmente cedidas por Susana Torres (ESELx).